Segundo os resultados do primeiro ciclo de monitoramento as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) para o biênio 2014-2016, a meta traçada para a universalização da pré-escola não foi alcançada. O acesso total de crianças entre 4 e 5 anos ao ensino infantil estava previsto na Meta 1 do plano. O relatório com os primeiros resultados foi apresentado pelo Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Também foi revelado que a ampliação do acesso à educação infantil para as crianças de até 3 anos de idade, outra meta do PNE, está longe de atingir o resultado esperado. A ideia é que até 2024 seja garantido o mínimo 50% de crianças atendidas em creches.

 

A atualização da publicação, que acontece a cada dois anos, permitirá, em conjunto com outros indicadores e estudos divulgados pelo instituto, o acompanhamento sistemático do PNE. O presidente do CNE, Eduardo Deschamps, afirmou que, a partir da entrega do relatório, o Conselho vai convidar os demais membros das instituições que monitoram o PNE e sua execução para avaliar e propor ações que viabilizem o atendimento às metas.

 

 

Related Articles