O Ministério da Educação (MEC) divulgou esta semana a relação dos 79 candidatos classificados para o Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM). O estado de Sergipe será representado por Isla Dayane e sou aluna do 2º ano do ensino médio do CEAS – Colégio Estadual Atheneu Sergipense. O projeto da aluna é intitulado como “Direitos Humanos e Cidadania: aprender para exercer” e tem como objetivo dotar os jovens de conhecimentos básicos e também necessários para o exercício da cidadania vinculados a práticas que estejam de acordo com os direitos humanos.

 

No site do MEC consta depoimento de Isla. ” Minha história de vida é igual a tantas outras de pessoas e jovens de bairros pobres, que estudam em escolas públicas, mas visualizam através da educação, do conhecimento e da participação ativa nos assuntos sociopolíticos o caminho de conquistar tanto crescimento pessoal, quanto de uma sociedade mais justa e igualitária. Mesmo me considerando uma pessoa introvertida, sempre me encantei pelo protagonismo e atuação dos jovens em meio à sociedade em que vive. Acho que este foi o motivo maior que me fez sonhar em ser um Jovem Parlamentar do Mercosul, justamente pela grandeza deste projeto e pela possibilidade de contribuir, através de meu espírito cidadão, com todos que me cercam assim como, no que puder, com a juventude de meu país e da América Latina, já que compartilhamos das mesmas dificuldades e desafios”, relatou a estudante.

 

Coordenado pela Assessoria Internacional do MEC, o PJM busca promover o protagonismo juvenil, de forma a contribuir para a integração regional dos jovens parlamentares. Os eleitos para um mandato de dois anos discutem, aprovam e recomendam a adoção de políticas educativas que promovam a cidadania e uma cultura de paz e respeito à democracia, aos direitos humanos e ao meio ambiente.

 

 

Related Articles