O Conselho Estadual de Educação de Sergipe (CEE/SE) lamenta o falecimento do ex-secretário de Educação João Gomes Barreto, acontecido neste sábado, 09/05, quando contava com 90 anos de idade. O sepultamento acontecerá no período da tarde, no Cemitério Santa Izabel, fechado apenas para familiares, devido a pandemia do Covid-19. A causa morte ainda é desconhecida.

 

Sobre João Barreto

 

João Barreto nasceu em Maruim, em 08 de abril de 1930, filho de Bráulio Menezes Barreto e D. Cecília Cardoso Barreto. Mudou-se para Aracaju onde estudou no Colégio Tobias Barreto. Fez o curso Técnico em Contabilidade pela Escola Técnica do Comércio Tobias Barreto e, em 1976, formou-se em Administração pela Faculdade Tiradentes. Era casado com a Sra. Olga Andrade Barreto. Em sua trajetória na vida pública, ocupou cargos relevantes em diversos governos: Eronildes Ferreira de Carvalho (interventor), Augusto Maynard Gomes (interventor), José Rollemberg Leite, Arnaldo Garcez, Leandro Maciel, Luiz Garcia, Seixas Dória (deposto pela Revolução de 1964), Celso de Carvalho, Lourival Baptista, Paulo Barreto de Menezes, José Rollemberg Leite, Augusto Franco, João Alves Filho, Antônio Carlos Valadares e os demais sucessivos.No Governo de Sergipe, foi Chefe de Gabinete do vice-Governador Djenal Queiroz, Secretário Particular do governador João Alves Filho, Secretário-chefe do Gabinete Civil, Secretário de Governo e Secretário da Educação. Em Brasília, foi secretário particular do ministro do Interior, João Alves Filho. No segundo governo de João Alves, foi, novamente, Secretário da Educação. No terceiro Governo de João Alves Filho (2003-06) foi membro de alguns Conselhos de Administração de instituições como Banese, IPES, Parreiras Horta e Detran.Atualmente era membro da Academia Sergipana de Educação.

 

Condecorações

 

Recebeu a Medalha Serigy na Ordem de Comendador, da Prefeitura de Aracaju, outorgada pelo Prefeito José Carlos Teixeira. A Medalha do Mérito Aperipê, no Grau de Comendador, do governador João Alves Filho e a Medalha do Mérito Rio Branco, no Grau de Comendador, do presidente José Sarney. 

Related Articles