Agora só falta a homologação do ministro da Educação, Rossieli Soares, para a conclusão do processo de construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O parecer e a minuta de resolução relativos a essa parte foram aprovados pelo Conselho Pleno do Conselho Nacional de Educação (CNE) nesta terça-feira, 4, e encaminhados ao MEC. É mais um avanço, que vem após à etapa da BNCC do ensino fundamental e da educação infantil, homologada no ano passado.

 

Segundo nota publicada pelo MEC, é a primeira vez que o país vai contar com uma normativa nacional que define o conjunto de conhecimentos essenciais e indispensáveis às crianças e jovens em cada etapa da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. A ideia é que o novo modelo possa contribuir com a redução das desigualdades educacionais entre os diferentes estados e a promoção de uma melhor qualidade da aprendizagem.

 

A BNCC servirá de orientação à elaboração dos currículos das redes municipais, estaduais e federal de ensino, tanto nas escolas públicas quanto nas particulares. O documento referente à etapa do ensino médio foi entregue ao CNE em abril deste ano, quando passou a ser discutido pela comissão da BNCC no CNE até chegar a esta aprovação. As unidades de Sergipe e demais estados da Federação agora terão um ano para fazer o cronograma de implementação e mais um ano para implementar, ficando o prazo final para o ano de  2020. 

 

Related Articles