Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a realização de versões online do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e mais de uma vez por ano não será viável em menos de dois anos. Quem afirmou foi o secretário executivo do MEC (Ministério da Educação), Luiz Cláudio Costa. A justificativa passa pela dificuldade de ter um número de questões suficientes no modelo do exame para que haja essa possibilidade, o que requer tempo e investimentos. “Ainda precisamos aumentar nosso banco”, disse o secretário.

 

Anteriormente à afirmação de Costa, a possibilidade de um Enem online ainda neste ano foi divulgada pelo ex-ministro Cid Gomes.  Ainda como ministro, Cid chegou a lançar uma consulta pública, com propagandas na TV, para o MEC receber propostas sobre o Enem.

 

Em outra afirmativa, Costa garantiu que os pagamentos do Pronatec estão todos em dia, assim como 220 mil novos contratos do Financiamento Estudantil (Fies).

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Related Articles