Em solenidade realizada na noite da última segunda, 11, no Museu da Gente Sergipana, o vice-governador do Estado, Jackson Barreto, foi o responsável por entregar ao professor Jouberto Uchôa de Mendonça, reitor e fundador da Universidade Tiradentes (Unit), o primeiro Diploma de Honra ao Mérito Educacional. A comenda foi criada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) com o intuito de homenagear educadores de grande contribuição para o desenvolvimento de Sergipe.

 

Na ocasião, o vice-governador disse que apesar de ser um ferrenho defensor do ensino público, vê na Universidade Tiradentes uma instituição que tem preparado a juventude sergipana. "Esta é uma homenagem muito importante, que se transforma numa homenagem do Estado a um trabalho de 50 anos dedicados à educação. A Unit deu uma grande contribuição à Educação em nosso estado, formando gerações, preparando-as para o futuro, e aperfeiçoando também o nosso estado, porque sem educação não se chega ao desenvolvimento", ressaltou Jackson.

 

A presença do vice-governador também levou o homenageado da noite a remeter ao período em que eram estudantes. "Recordo-me de Jackson enfrentando a Ditadura quando estávamos na faculdade de Direito; era o líder que movimentada classes para não se conformarem com aquela situação", enalteceu Uchôa, que se disse emocionado diante da homenagem do Conselho Estadual de Educação: "É uma distinção que estou muito emocionado de receber".

O homenageado ainda foi surpreendido com a chegada do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro sergipano Carlos Ayres Britto. "Jouberto Uchôa é um homem de visão e acima de tudo um educador. Um homem bom que há mais de 50 anos se dedica à educação no estado de Sergipe e até mais porque estendeu suas unidades educacionais para outros estados e que recebe uma justa homenagem. Como amigo pessoal estou feliz e honrado por participar desta homenagem", afirmou Carlos Britto.

 

Coube à conselheira do CEE, Eliana Borges de Azevedo, a tarefa de descrever os motivos que a levaram a apresentar o nome do professor Uchôa para receber o Diploma em sua primeira edição – proposta aprovada pela ampla maioria do Conselho. "É um homem que tanto se dedicou e se dedica à educação e à cultura deste estado; um sergipano de merecido reconhecimento. A sua trajetória de trabalho na área educacional revela-se inquestionável e de dimensões não fáceis de delimitar", destacou.

 

Já a presidente do CEE, Eliane Passos, disse que o reitor da Unit preencheu os requisitos exigidos pelo colegiado, sendo um deles a necessidade de o agraciado ter prestado relevantes serviços à educação sergipana.

 

Biografia

 

As homenagens a Uchôa seguiram com o lançamento do livro ‘Jouberto Uchôa de Mendonça – vida & experiência´, biografia escrita pelo reitor da Unit em parceria com o imortal historiador Luiz Antônio Barreto. "Foi uma iniciativa de Luiz Antônio Barreto, quando eu estava completando 75 anos e a Unit, 50 anos de existência. Então ele achou que a gente deveria produzir algo onde ficasse documentado o que foi a minha vida até chegar aqui. Produzimos o que eu espero que seja um retrato da minha vida", destacou.

 

CEE

 

O Conselho Estadual de Educação de Sergipe foi instituído pela Lei Estadual nº 1.190 de 5 de junho de 1963, em atendimento a Lei Federal nº 4024, de 20 de dezembro de 1961, que fixava as diretrizes e bases da educação nacional à época.

 

A lei vigente que dispõe sobre a reorganização do Conselho Estadual de Educação /SE é a Lei Ordinária nº 2.656, de 8 de janeiro de 1988. Em face desta lei, especificamente no artigo 2º, ficou estabelecido que o Conselho Estadual de Educação é constituído por 16 membros nomeados pelo governador do Estado, dentre pessoas de notório saber e experiência em matéria de educação observada a devida representação dos diversos graus de ensino e a participação de representantes de instituições educacionais, do magistério oficial e particular e de especialistas em educação.

 

 

Related Articles